Cardiologista
As doenças do coração são, muitas vezes assintomáticas, ou seja, não avisam que estão ali. Por isso, se preocupar com a prevenção é muito importante, principalmente se você já tem em seu histórico familiar problemas cardiológicos.

Cardiologista

As doenças do coração são, muitas vezes assintomáticas, ou seja, não avisam que estão ali. Por isso, se preocupar com a prevenção é muito importante, principalmente se você já tem em seu histórico familiar problemas cardiológicos.

Estudos e estatísticas do Instituto do Coração

Mostram que em países industrializados, como o nosso, doenças cardíacas só não acontecem mais do que acidentes de trânsito. Sendo assim, a Clínica Acor tem incentivado os exames periódicos do coração, o famoso check-up!

As pessoas que apresentam fatores de risco como pressão alta, diabetes, colesterol elevado, ou fumam, precisam ter a atenção redobrada. E nós, da Clínica Acor, cobrimos toda essa área da cardiologia, desde a prevenção, diagnósticos, até diferentes modalidades de tratamentos.

Agora que você já sabe a importância de se atentar ao seu coração, e que a nossa área de Cardiologia pode fazer isso por você, vamos te dar 4 dicas para você cuidar melhor de si:

4 dicas para reduzir os riscos

1- Consuma menos sal

Diminuição no consumo mundial de sal evitaria milhões de mortes - Rádio  Aratiba Am 900 de Aratiba - RS - Brasil

Existe uma relação bem direta entre o consumo de sal e o desenvolvimentos de doenças cardíacas. O sal contém uma grande quantidade de sódio e o sódio quando consumido em excesso contribui para o desenvolvimento de hipertensão arterial, o que eleva o risco de doenças do coração e acidente vascular cerebral (AVC)

2- Não exagere no álcool

Artigo: Consumo De Bebidas Alcoólicas Pode Reduzir O Risco De Infecção Da  Covid-19? | Faculdade De Ciências Médicas Da Santa Casa De São Paulo

Isso mesmo, o consumo exagerado do álcool é um inimigo da saúde cardiovascular, já que está relacionado ao desenvolvimentos de doenças como cardiomiopatia alcoólica, hipertensão arterial sistêmica e AVC.

3- Tenha um sono regulado

Dormir bem emagrece? Entenda a relação entre sono e emagrecimento -  Pillowmed

Dormir pouco ou ter um sono irregular aumenta o risco de desenvolver doenças cardiovasculares. Vamos lá: pouco significa menos que 6 horas por noite. Enquanto dormimos há uma redução da pressão arterial e da frequência cardíaca, onde sem esse descanso regular, o coração fica mais suscetível a doenças.

4- Não Fume

Dezenas de doenças estão associadas ao tabagismo: não fume e preserve sua  saúde - Grupo Cene

Nem é preciso dizer muito, pois os malefícios do tabagismo já são bem conhecidos, mas não poderíamos deixar esse vilão de fora da nossa lista.