Cirurgião Vascular
Cirurgião Vascular Cirurgião vascular é o especialista altamente treinado para tratar doenças do sistema vascular. Seus vasos sanguíneos – artérias que transportam sangue rico em oxigênio e veias que levam sangue de volta ao coração – são as “ruas e avenidas” do sistema circulatório. Sem o contínuo fluxo de sangue, seu corpo não pode funcionar. […]

Cirurgião Vascular

Cirurgião vascular é o especialista altamente treinado para tratar doenças do sistema vascular. Seus vasos sanguíneos – artérias que transportam sangue rico em oxigênio e veias que levam sangue de volta ao coração – são as “ruas e avenidas” do sistema circulatório.

Sem o contínuo fluxo de sangue, seu corpo não pode funcionar. Condições como o endurecimento das artérias podem criar “engarrafamentos” em seu sistema circulatório, obstruindo o fluxo de sangue para qualquer parte do corpo.

De modo bem simplificado, o cirurgião vascular é o responsável por cuidar de problemas arteriais, venosos e linfáticos, ou seja, de todo o sistema circulatório, um dos mais importantes do corpo humano.

As doenças vasculares

Além das varizes, o tratamento de feridas, aneurismas, isquemia arterial, trombose venosa profunda e linfedema são algumas das doenças que as pessoas desenvolvem e precisam da atuação da cirurgia vascular para serem solucionadas ou controladas.

Esse profissional faz o entendimento global da doença, desde o diagnóstico até o correto tratamento e acompanhamento.

Um cirurgião vascular faz muito mais do que cirurgias

Um cirurgião vascular garante que os pacientes com problemas de saúde vascular conheçam e compreendam todas as suas opções de tratamento.

Em resumo, os cirurgiões vasculares podem fazer cirurgias, mas eles atendem e tratam muitos pacientes que não necessitam de cirurgia.

Muitos problemas vasculares podem ser tratados com medicação ou exercício.

As varizes

O tratamento de varizes, que podem acometer as pernas de pessoas em certa faixa etária também é feito dentro dessa especialidade médica, em uma modalidade conhecida como cirurgia vascular de pernas.

A cirurgia vascular também é recomendada para o tratamento de aneurismas, sendo que, dependendo da gravidade do caso, o procedimento pode ser feito com acompanhamento de neurocirurgiões, assim como o tratamento do AVC (Acidente Vascular Cerebral).

Como eu sei que preciso ver um cirurgião vascular?

Muitas vezes, os pacientes são encaminhados para um cirurgião vascular pelo seu médico de cuidados primários.

A principal causa de doenças arteriais periféricas é a aterosclerose, que também provoca problemas coronarianos e AVC – acidente vascular cerebral (“derrame”).

Assim, o cardiologista que acompanha um paciente com doença nas coronárias pode identificar ou suspeitar de um problema arterial em outra localização e encaminhá-lo a um cirurgião vascular.

A mesma situação pode acontecer com o neurologista que trata de um paciente com AVC, que tem entre as principais causas uma obstrução da artéria carótida.

A própria obstrução da carótida, assim como doenças como aneurismas arteriais, podem não trazer sintoma algum, aparecendo em exames realizados para investigação de outras doenças.

Quando identificados, os médicos que solicitaram tais exames encaminham os pacientes para um cirurgião vascular.

Em outras situações, como acontece com as varizes ou vasos menores que causam incômodo estético, o paciente acaba procurando diretamente a assistência de um cirurgião vascular.

Dores nas pernas e inchaço levam também frequentemente o paciente a procurar espontaneamente um cirurgião vascular.

Se você está em uma categoria de alto risco, como são os fumantes, os diabéticos e os hipertensos, você pode ser um candidato para se tornar paciente de um cirurgião vascular, mesmo que não tenha nenhum problema circulatório, mas visando prevenir estas doenças.

Você já sabe que a prevenção é o melhor remédio.

Varizes: 5 dicas para evitar incômodos

As varizespioram com as altas temperaturas do verão, segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular – SBACV, nessa época há um aumento de 20 a 30% no número de queixas para esse problema.

Isso porque no calor, as altas temperaturas, fazem com que as veias se dilatem e agravem o problema, causando mais desconfortos (tanto estéticos quanto físicos).

Abaixo 5 dicas para você evitar alguns incômodos com as varizes em tempos mais quentes.

1. Não fique muito exposto ao sol. Fique atento aos melhores horários: antes das 10h e após as 16h, e lembre-se de usar protetor solar;

2. Movimento sempre: faça pequenas caminhadas, vá a lugares próximos a pé (se possível), pois isso ajuda a ativar a circulação das pernas;

3. Viagens longas: Seja de carro, de ônibus ou de avião, utilize meias de compressão caso faça longas viagens, elas ajudam a combater os incômodos da imobilidade;

4. Calçados e roupas confortáveis: evite tudo que apertar demais, priorize roupas largas, de algodão e frescas;

5. Hidrate-se: Garrafa de água sempre por perto. Beba bastante água, sucos e frutas frescas para evitar a retenção de líquidos.

É importante que você visite um cirurgião vascular pelo menos uma vez ao ano.

A Clínica Acor conta com médico vascular para você ser atendido numa clínica completa.