MAPA

O que é, quando fazer, quem solicita, qual a finalidade?

Você que acompanha a Clínica Acor já deve saber que a hipertensão é uma doença silenciosa e a maioria das pessoas passa anos com níveis elevados de pressão sem saber.

Por isso, hoje vamos falar de um exame muito importante que pode evitar um AVC, que é o rompimento ou a oclusão de uma artéria importante e no coração ajuda a evitar o infarto agudo ou o crescimento do coração.

Esse exame é o MAPA.

O que é MAPA?

O MAPA – Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial é um exame que permite o registro indireto e intermitente da pressão arterial durante 24 horas, enquanto o paciente realiza suas atividades habituais e também durante o sono.

Um aparelho composto por um pequeno monitor que fica conectado a uma braçadeira por meio de um manguito é acoplado à cintura e ao braço do paciente para medir a pressão arterial.

Geralmente, o aparelho mede a pressão a cada 30 minutos e ao final do exame o médico poderá visualizar um relatório com todas as medidas feitas durante 24 horas.

Principais utilidades do MAPA

Manejo da hipertensão durante a gravidez.

Avaliação de hipertensão episódica.

Avaliação da hipertensão em idosos.

Avaliação da eficácia anti-hipertensiva.

Diagnóstico de pré-hipertensão sem lesões de órgãos-alvo.

Identificação de hipertensão no sono ou ausência de descenso no sono.

Acompanhar se a pressão arterial não reduz muito durante o dia ou a noite em cardiopatas que usam medicação para a pressão.

Qual médico solicita o MAPA?

Normalmente o MAPA é indicado por um clinico geral ou cardiologista, para fazer o diagnóstico de hipertensão arterial sistêmica ou para avaliar se um determinado tratamento medicamentoso para pressão alta está sendo eficaz.

Resumindo, o exame deve ser feito quando se deseja estudar com mais profundidade a pressão arterial ou quando, por qualquer motivo, se suspeita que a pressão medida no consultório médico não seja a mesma que ocorre em outros momentos da vida do paciente.

Em alguns casos, também pode ser recomendado por um clínico geral se ele perceber alguma alteração na pressão arterial do paciente durante a consulta médica.

Médico Conversando

O que não pode fazer durante o exame?

Quando um paciente estiver realizando o exame, pode fazer as suas atividades diárias normais, no entanto, alguns cuidados importantes devem ser seguidos, como:

– Evitar que o tubo da braçadeira fique torcido ou dobrado;

– Não fazer exercícios físicos pesados;

– Não tomar banho;

– Não desinsuflar o manguito manualmente.

Como o exame dura 24 horas, o paciente irá dormir com o aparelho e não deve deitar em cima da braçadeira e o monitor pode ser colocado embaixo do travesseiro.

Além disso, também é importante que, caso a pessoa tome algum remédio, anote no diário ou caderno, o nome do medicamento e o horário em que o ingeriu, para depois mostrar ao médico.

O preparo para o exame

O exame MAPA deve ser feito, de preferência, nos dias em que a pessoa irá realizar as atividades habituais do dia-a-dia para que seja possível avaliar como a pressão arterial se comporta durante 24 horas.

IMPORTANTE

Não é permitido tomar banho durante a realização do exame, pelo risco de molhar e danificar o aparelho.

Recomendação

Ao paciente com hipertensão arterial sistêmica é recomendado fazer esse exame todo ano.

Pouca gente sabe, mas a pressão arterial no ser humano tem um comportamento diferente durante o dia e durante a noite.

Não confunda MAPA e Holter

Você já entendeu para que serve o Holter e a diferença entre o MAPA, é que esse exame ajuda no diagnóstico de arritmias e o MAPA serve para acompanhamento da pressão arterial.

O MAPA é um exame que permite o registro indireto e intermitente da pressão arterial durante 24 horas, enquanto o paciente realiza suas atividades habituais e também durante o sono.